Saiba se é possível fazer o curso de medicina EAD

Cursar medicina é o sonho de muitos estudantes, sendo esse o curso de graduação mais concorrido em quase todas as universidades. Entre as dúvidas neste momento, muitos alunos se perguntam se é possível fazer o curso de medicina EAD.

O ensino a distância se tornou mais frequente com o cenário de pandemia causada pela Covid-19, o que obrigou muitas instituições de ensino a se adaptarem para preservar o isolamento. Neste cenário, a tecnologia se mostrou uma grande aliada no processo de ensino. Desde antes da pandemia, o ensino EAD mostrou que possui diversos benefícios, incluindo a democratização do ensino.

Contudo, mesmo com tecnologia e uma maior aceitação do ensino EAD, vale lembrar que essa modalidade não é adequada para todos os cursos de graduação. Continue a leitura e saiba se é possível fazer o curso de medicina EaD.

É possível fazer o curso de medicina EAD?

A modalidade EAD é uma opção para um grande leque de cursos de graduação e pós. Essa tecnologia proporciona um maior acesso à educação, já reduz os limites geográficos e de tempo, democratizando o acesso ao ensino. Contudo, há razões bem fundamentadas para que alguns cursos não possam ser feitos na modalidade EAD, como é o caso do curso de medicina.

Portanto, não é possível fazer o curso de medicina EAD. A seguir, entenda quais são as razões para que não exista essa possibilidade.

Ensino presencial é importante para os futuros médicos

Dentre os cursos de educação superior, a graduação em medicina possui uma das grades curriculares mais complexas, que demanda tempo integral, com disciplinas práticas e pelo menos 6 anos para se formar. A integração presencial entre os conhecimentos teóricos e práticos é fundamental para a atuação clínica dos futuros profissionais.

É preciso que os estudantes tenham contato com diferentes tipos de ambiente, como laboratórios, estudos de caso, discussões, além de clínicas e hospitais. Todo esse contato é impossibilidade pelo ensino EAD, prejudicando a construção do conhecimento nos futuros médicos.

Mesmo nas matérias mais teóricas, vale lembrar que as discussões em sala de aula, de forma presencial, são muito importantes aos futuros médicos. Neste ambiente há a troca com professores e colegas, que contribui para a formação e pleno entendimento do conteúdo.

Quando as aulas teóricas abordam o estudo de casos, é importante que o professor conte com recursos como vídeos, imagens e a interação entre a turma toda. Tudo isso proporciona uma riqueza de detalhes e diversidade de olhares sobre um mesmo tema, o que traz um ambiente que estimula o conhecimento dos futuros médicos.

Está gostando desse conteúdo? Então confira 7 dicas essenciais para passar em medicina.

A importância das aulas práticas presenciais

Toda profissão é importante para a sociedade, mas a medicina exige uma complexidade de conhecimentos, que só se aprende com a teoria e com a aplicação na prática. Afinal, médicos lidam diretamente com a vida humana por meio de diagnósticos, exames e procedimentos clínicos, incluindo as cirurgias mais complexas. É impossível aprender tudo isso à distância.

Nas instituições de ensino, os alunos têm aulas práticas em laboratórios, clínicas e hospitais da própria universidade. Nestes locais o futuro médico pode aprender com professores experientes e estrutura adequada como é o cotidiano de sua profissão.

Nestes ambientes, o aluno pode se familiarizar com o cotidiano complexo de um hospital, por exemplo. E assim saber quais os procedimentos adequados em situações rotineiras, emergenciais e até mesmo em situações menos frequentes. Percebe o quanto a prática é imprescindível para a formação de profissionais bem capacitados?

Em outros países é possível cursar medicina na modalidade EAD?

Em certos países, até é possível cursar algumas disciplinas na modalidade EAD, quando são matérias mais teóricas. Contudo, o curso de medicina não pode ser realizado à distância em nenhum lugar no mundo.

Até mesmo no Brasil, de acordo com a legislação nacional, aulas, disciplinas teóricas, palestras e cursos complementares podem ser realizados à distância. Mas cursos de medicina 100% à distância não são permitidos.

Ensino à distância e a pandemia

Muitos estudantes questionam a modalidade EAD para o curso de medicina justamente porque, durante a pandemia, todos os cursos passaram pelo ensino remoto. Durante os anos de 2020 e 2021, estudantes do mundo todo foram obrigados a manter o isolamento social para frear o contágio pela Covid-19.

Vale lembrar que este contexto foi uma exceção, necessário em um cenário emergencial, em que havia o risco de calamidade pública. Neste caso, o ensino presencial apresentava uma ameaça à saúde de estudantes, professores e toda a sociedade, portanto, foi uma situação emergencial.

Mas, ainda assim, estudantes de medicina não tiveram cursos totalmente a distância nesse período, até por conta da pandemia ser mais uma área de estudo para a medicina.

Quais disciplinas podem ser cursadas à distância no curso de medicina?

No Brasil, o Ministério da Educação não autoriza a formação completa em medicina em regime EAD. Contudo, como vimos até aqui, algumas disciplinas e atividades podem ser realizadas nessa modalidade de ensino. As disciplinas são regulamentadas pelo MEC, mas também podem contar com regras e critérios de cada instituição de ensino.

Como as disciplinas podem ter nomes diferentes em cada instituição, bem como disciplinas optativas, aquelas de ingresso facultativo, é difícil especificar quais podem ser feitas à distância e quais não. Mas pode-se dizer que as disciplinas mais teóricas, sem práticas em laboratórios e clínicas ou estudos de caso, podem ser realizadas à distância.

Portanto, não é proibido que o curso apresente uma parte de sua grade em regime EAD. O que não é permitido pelo MEC é que a graduação de medicina seja integralmente cursada à distância.

Tecnologia aliada à medicina

Muitos estudantes podem acreditar que a proibição do ensino EAD no curso de medicina indica um retrocesso diante aos avanços tecnológicos. Contudo, a área da medicina tem avançado juntamente com as tecnologias e, hoje, a área é tão tecnológica como qualquer outra.

Seja na atuação médica, na graduação, na pós ou em cursos complementares, a tecnologia vem beneficiando os médicos e futuros médicos. Hoje, existem robôs que auxiliam nos procedimentos em cirurgias, há laboratórios virtuais para agilizar o atendimento, simuladores para treinar os futuros médicos, entre outros avanços.

Portanto, há uma infinidade de casos em que a tecnologia é uma aliada da medicina, tanto no conhecimento, como no exercício da profissão. Contudo, a tecnologia não é capaz de suprir as demandas que apenas o ensino presencial pode cumprir no curso de medicina, como vimos até aqui.

Quer começar a estudar em casa e de forma gratuita? Confira nossas apostilas gratuitas e comece agora mesmo.

Deixe uma resposta

Rolar para cima
Estamos aqui para te ajudar!