Nota de corte para medicina na Unicamp

Cursar medicina em uma das mais prestigiadas universidades do país é o sonho de muitos estudantes. Por isso, a disputa por conseguir uma vaga através do vestibular da Unicamp é acirrada, e pede dedicação e preparo dos candidatos.

A instituição foi eleita, pelo Ranking Universitário Folha de 2019, como a segunda melhor universidade do Brasil, com apenas a USP à frente. Seu curso de medicina não fica para trás, também assumindo a segunda posição em todo país.

E para auxiliar o vestibulando nessa jornada, separamos algumas informações essenciais sobre a instituição. Afinal, a escolha da universidade é o primeiro e fundamental passo para aqueles que desejam uma carreira de sucesso.

Conhecendo a Unicamp

Criada por lei em 1962,  fundada oficialmente em 1966, a Universidade Estadual de Campinas, a Unicamp, é uma instituição pública. Mantida pelo Governo do Estado de São Paulo, tem sede em Campinas, e campi nos municípios de Limeira e Piracicaba.

Com 66 cursos de graduação e 153 programas de pós-graduação, a universidade responde por 8% da produção de pesquisa acadêmica no país. Além de registros de patentes, artigos e publicações científicas em revistas internacionais.

Apesar de ainda ser considerada uma jovem instituição, a Unicamp alcançou credibilidade e tradição no ensino e pesquisa. Formando em sua história mais de 65 mil profissionais na graduação. E cada ano é responsável pela formação de cerca de 800 doutores.

Além dos campi, a universidade também possui duas unidades hospitalares que compõem um vasto complexo de saúde. Assim como 23 núcleos e centros interdisciplinares, unidades de apoio e ainda dois colégios técnicos.

Sobre o curso de medicina

Considerado um dos melhores cursos de medicina do país, é também o mais antigo da universidade. A Faculdade de Medicina teve seu primeiro vestibular em 1963, onde 1692 estudantes concorreram a uma vaga das 50 disponíveis.

Nos seis anos de formação, tempo mínimo estipulado, o curso tem como objetivo desenvolver nos estudantes as habilidades e competências necessárias à prática profissional. Pautado em princípios éticos e responsabilidade social.

Logo no primeiro ano, o graduando é inserido em atividades de campo, com a possibilidade de ingressar durante o terceiro ano no programa “Pesquisador em Medicina”. Os três primeiros anos são dedicados aos conteúdos básicos, e os últimos às atividades práticas.

O curso conta com infraestrutura robusta, incluindo laboratórios, centros de estudo e pesquisa e salas de simulação de procedimentos. Além de atividades no complexo hospitalar, compostos por unidades como o Hospital de Clínicas e o Hospital Estadual de Sumaré.

O vestibular da Unicamp

Para quem deseja ingressar na universidade são oferecidas algumas opções, como vestibular próprio ou seleção para aqueles que realizaram o Enem. Sendo possível prestar para mais de uma opção, que estejam de acordo com o seu perfil.

Anualmente a universidade abre o seu próprio processo seletivo, que consta em duas fases e três dias de provas. Na primeira etapa são aplicadas questões objetivas, enquanto a segunda é composta por questões dissertativas e uma redação.

Alguns cursos também exigem a Prova de Habilidades Específicas, como Música, Artes Visuais, Arquitetura e Urbanismo, Dança e Artes Cênicas.

O processo e as inscrições são feitos através da Comissão Permanente para os Vestibulares, a Comvest. As provas são aplicadas em várias cidades de São Paulo, mas também em capitais de outros estados, como Salvador, Curitiba, além do Distrito Federal.

Ainda para o processo seletivo, são reservadas 20% do total das vagas para o Enem-Unicamp, para quem fez a prova do Enem. A universidade também oferece a possibilidade cotas étnico-raciais para o ingresso.

Ainda é possível ingressar através do Vestibular Indígena, nas Vagas Olímpicas para aqueles destaques em olimpíadas científicas e competições de conhecimento. Ou através do ProFis, para estudantes da rede pública de Campinas.

Nota de Corte: Como funciona

A qualidade e a credibilidade do curso, atraem um grande número de candidatos todos os anos. Dessa forma, a formação em Medicina é figura frequente na lista dos cursos mais procurados pelos inscritos.

O que também representa uma nota de corte elevada. No entanto, isso não deve servir como obstáculo para o estudante, e sim como fonte de incentivo. Afinal, trata-se de uma meta a ser alcançada com muito estudo e dedicação.

Ela nada mais é que a nota mínima para se conseguir a classificação em um processo seletivo. Ou seja, dentro das vagas disponíveis, a nota de corte será aquela do último candidato classificado para o curso.

Notas de corte para medicina

Na seleção de 2022 para o Vestibular Unicamp, a relação foi de 324 candidatos por vaga geral. No que se refere a seleção do Enem-Unicamp a disputa também foi alta, sendo 269 candidatos por vaga na modalidade geral.

A nota máxima para se alcançar na primeira fase no processo para 2022, foi de 72 pontos. Dessa forma, medicina estava entre as notas de corte mais altas para se alcançar, sendo necessário o mínimo de 62 pontos na modalidade geral para não cotistas.

Para os inscritos na modalidade geral de cotas, era necessário alcançar o mínimo de 57 pontos.

Já para aqueles que tentam através do Enem, é preciso estar atento aos pesos atribuídos a cada área de conhecimento da prova. Afinal é preciso alcançar um valor mínimo para permanecer na disputa.

Na prova de Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias é necessário ter no mínimo 550 pontos. Já para as provas de Ciências Humanas e Suas Tecnologias, Matemática e Suas Tecnologias e Ciências da Natureza e Suas Tecnologias é preciso o mínimo de 600 pontos.

Enquanto para a Redação é exigido o mínimo de 700 pontos. Para essa mesma modalidade de ingresso, a nota de corte para o último matriculado em 2020 foi de 717 pontos.

Concluindo: Como alcançar as notas

O desejo de estudar em uma universidade prestigiada e reconhecida como a Unicamp deve ser acompanhado por uma boa estratégia de estudos. Desse modo, fazer um cronograma de estudos pode ser uma excelente opção.

Definindo, assim, horários e rotina de dedicação ao aprendizado. Estudando provas anteriores, fazendo simulados e praticando a redação. Tudo para que o sonho torne-se um objetivo claro e encontre caminho para a concretização.

Por isso, nada melhor que contar com professores especializados e dedicados, e um conteúdo de qualidade e estratégico. MS Medicina é o cursinho mais forte e completo para aqueles que buscam a aprovação.

Entre em contato conosco e esteja preparado para ingressar na universidade dos seus sonhos.

Deixe uma resposta

Rolar para cima
Estamos aqui para te ajudar!