Vestibular Medicina 2022: quais os mais disputados?

Ingressar nos melhores cursos de medicina do país é o sonho de muitos estudantes. Para isso, é preciso estar preparado para o vestibular, afinal a concorrência é grande e as notas de corte são altas. Mas quais seriam os vestibulares mais disputados da área?

Por todo o país, os vestibulandos encaram a ansiedade das provas e dos resultados. Do mesmo modo, enfrentam por diversas vezes a dúvida de qual processo seletivo se inscrever. Seja nas seleções do SISU, ou nas próprias universidades.

Por isso, separamos quais são os processos mais disputados, no que se refere aos vestibulares para medicina. Afinal, informação e conhecimento são fundamentais para que os estudantes possam fazer as melhores escolhas para a sua formação.

Universidade de São Paulo – USP

Em sétimo lugar temos uma das mais reconhecidas instituições de ensino superior público no país, a USP. Mantida pelo Governo do Estado de São Paulo e criada em 1934. A universidade é responsável por mais de 20% da produção científica feita no Brasil.

O processo de seleção é feito pela Fundação Universitária para o Vestibular – A Fuvest, ou seja, a partir de um sistema próprio de provas e testes. Nesse processo o candidato precisa enfrentar duas fases de provas.

Do mesmo modo, há a possibilidade de ingressar através do SISU com a nota do ENEM. Em ambas as possibilidades de ingresso é possível se inscrever na modalidade de cotas sociais e raciais.

Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP

Seguindo, temos mais uma universidade pública de São Paulo. A instituição teve origem na Escola Paulista de Medicina fundada em 1933, sendo assim, especializada nas áreas de ciências da saúde. Transformando-se em universidade federal em 1994.

A UNIFESP tem um processo de seleção misto, onde a maioria dos cursos aceita o processo do SISU para estudantes que realizaram o ENEM. para os candidatos ao curso de medicina, é preciso também participar de uma segunda etapa própria da universidade.

São dois dias de testes na etapa chamada de Provas Complementares. Sendo assim dividida entre questões de língua portuguesa e estrangeiras, e conhecimentos específicos da área como biologia, física, química e matemática.

Universidade Estadual do Ceará – UECE

A instituição criada em 1973 é uma das mais prestigiadas do nordeste do país, por isso a disputa para ingressar nos cursos de medicina é acirrada. Criada com o objetivo de incentivar o desenvolvimento científico tecnológico da região.

Assim como outras instituições, a UECE utiliza o processo tradicional de seleção com provas aplicadas por vestibular próprio. Constando em duas etapas. Do mesmo modo, a universidade também aceita o ingresso pelo sistema do SISU.

Para ser aprovado no vestibular de medicina, os estudantes já enfrentaram em 2017 a seleção de 160 candidatos para cada vaga do curso.

Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC

Sua criação foi sancionada pelo presidente Juscelino Kubitschek em 1960. Para sua formação inicial foram agrupadas sete faculdades do estado, incluindo a Faculdade de Medicina. Em seus anos de história já formou mais de 5 mil médicos.

Considerada a maior universidade do estado de Santa Catarina, e uma das principais da região sul do país. A instituição realiza todos os anos um processo próprio de seleção de estudantes para os seus cursos.

Do mesmo modo, são reservadas vagas para os ingressos através do SISU e políticas afirmativas de cotas. Dentre os mais de 100 cursos de graduação, o curso de medicina encontra-se como um dos mais disputados entre os estudantes que fazem o vestibular.

Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP

Trata-se de uma instituição de ensino público superior localizada no interior do Estado de São Paulo, especializada no ensino da área da saúde. Fundada em 1968, possui o segundo maior hospital escola do país.

Com mais de quarenta anos de história e mais de dois mil médicos formados, a universidade oferece sessenta e um programas de residência médica e cursos de especialização e pós-graduação na área.

Para ingressar na instituição é preciso passar pelo vestibular próprio que se realiza anualmente. Com provas aplicadas em dois dias de seleção, incluindo questões de biologia, química física e ainda uma redação a ser elaborada.

Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP

Em segundo lugar dos vestibulares de medicina mais disputados, temos a UNICAMP, instituição que é o sonho de muitos estudantes. Figurando entre umas das mais reconhecidas universidades e dono do melhor curso de medicina do país.

Fundada em 1966, ano do lançamento da sua pedra fundamental, ela é reconhecida por seu trabalho em diversas áreas de ensino e produção científica. Para ingressar no curso de medicina o estudante deve aplicar para o vestibular UNICAMP.

Elaborado pela Comissão Permanente Para os Vestibulares, é composto por duas fases. Na primeira etapa, são aplicadas comuns a todos os cursos de conhecimentos gerais. Seguida por provas dissertativas e provas de Habilidades Específicas para determinados cursos.

Universidade Estadual Paulista – UNESP

Por fim, assumindo o primeiro lugar dos vestibulares de medicina mais concorridos do Brasil, está o processo seletivo da UNESP. Criada em 1976 como resultado da incorporação de diversos institutos de ensino superior do Estado de São Paulo.

Com uma estrutura multicampi, inspirada na Universidade da Califórnia, a instituição tem unidades em 21 municípios paulistas. Despontando assim como uma das principais instituições brasileiras, com reconhecimento internacional.

Para ingressar no curso de medicina, o estudante deve participar de um processo seletivo próprio. Além de disputado, o nível dos testes de seleção é elevado. São assim, aplicadas duas fases de provas, entre questões gerais e específicas.

Concluindo

O processo para ingressar nos cursos de medicina, reconhecidamente, está entre os mais disputados do país. E as universidades com histórico de excelência em ensino e pesquisa figuram entre os objetivos de muitos estudantes.

Por isso, é preciso estar preparado. Alguns aceitam o processo seletivo do SISU para aqueles que fizeram o ENEM. No entanto, outras trazem processos de seleção próprios tradicionais, com abordagens próprias de avaliação.

Desse modo, planejamento e organização são fundamentais. O estudante deve estar atento aos prazos de inscrição e ao conteúdo cobrado por cada instituição. Assim, nada melhor que criar um cronograma de estudos e uma rotina que auxilie ao aprendizado.

Contar com uma equipe de professores especializada e engajada no seu sucesso no vestibular, pode ser o seu diferencial. Por isso, o MS Medicina é o cursinho mais forte e completo para aqueles que buscam a aprovação.

Acesso nosso site e entre em contato conosco. Esteja preparado para cursar a universidade dos seus sonhos.

Deixe uma resposta

Rolar para cima